• Henrique Elias

Sem números, sem resultado!


É comum ouvirmos em todos os boxes os coaches insistindo para os alunos salvarem os resultados de seus treinos no CrossX. “Mas por que isso é tão relevante? Não estava em um bom dia! Estou com vergonha do meu resultado...” Essas são algumas objeções que costumamos ouvir comumente.


O problema é que muitas vezes os alunos não acompanham a evolução dos resultados e acabam desanimando por acreditarem que estão estagnados. Mas esse não é nosso assunto de hoje. Nosso assunto é justamente o motivo pelo qual você, gestor, deve anotar todos os dados sobre o seu negócio, acompanhar no detalhe cada uma das métricas constantemente.


O fato é que é impossível medir o crescimento, a evolução ou retrocesso de qualquer aspecto que não se tenha dados, que não seja feito o acompanhamento. Isso serve para o aluno e seus PR’s, mas também e principalmente para o box com seu número de alunos, faturamento e projeção de crescimento.


É extremamente necessário que se faça a gestão de cada ponto do processo de aquisição e retenção de clientes. Isso vai muito além de contabilizar entradas, saídas e renovações.


É preciso entender quantos contatos são necessários (em média) para obter a quantidade almejada de clientes. Sim, é a tal da conversão! Tendo essa métrica geral pode-se abrir ela em um segundo momento por mídia, por meio de contato (indicação ou orgânico) e outros fatores que influenciam.


Torna-se essencial na gestão do box saber qual tipo de cliente é mais propenso a fechar, para então entender se a abordagem que está sendo feita não é efetiva para outros públicos. A partir daí traças estratégia de foco em determinada persona ou mudança da cultura de vendas.


Enfim, é essencial que você anote seus resultados, que a empresa tenha dados para trabalhar, tenha histórico de renovação, de aquisição de clientes por período, por tipo de promoção e tudo aquilo que puder agregar no trabalho de gestão.


18 visualizações0 comentário