• Daniel Boico

Planeje aulas experimentais inesquecíveis

Tudo na vida é questão de experiência, não é mesmo? O meu objetivo aqui é te ajudar a atingir a excelência, aumentando a proporção do seu Box, seu faturamento e entregando mais valor para os seus clientes. Vou tentar te ajudar a corrigir erros básicos que acontecem na vida de qualquer empreendedor, especialmente no mundo do CrossFit®, do MMT e do CrossTraining.


Às vezes, as pessoas saem com uma má impressão do seu Box, não porque a aula não foi boa, mas por outros motivos relativos à realidade em que essa pessoa vive. E isso distancia muito o seu negócio desse possível cliente, quando o que você precisa fazer é aproximar a pessoa da realidade do seu Box de CrossFit®, até o ponto em que ela se sinta dentro daquilo, inserida ali, parte daquele ecossistema.


Nesse momento, ela não vai ter mais nenhuma dúvida, pois vai sentir que ali é também o lugar dela. Pronto! Você tem um aluno. E um aluno fiel ao SEU Box.

E é para isso que servem as aulas introdutórias ou experimentais!


Continue lendo abaixo.

Conheça o seu cliente, parça!


Algo que eu sempre falo para meus clientes de mentoria é que nós precisamos entender que o principal objetivo, se tratando de uma pessoa sedentária, é fazer com que ela se apaixone por atividade física.


Imagine que, ao sair do seu Box, ela pode não gostar do CrossFit® e ir procurar outra atividade ou, pior, ela pode nunca mais querer procurar um exercício físico! Olha o tamanho da nossa responsabilidade, não só como empreendedores, mas como mediadores de uma mudança de hábitos!


Você deve separar esse grupo dos seus alunos habituais. Fazer uma aula separada só para iniciantes e deixar isso bem claro para eles, mostrar a sua preocupação em acomodá-los para que eles não se sintam deslocados. Nesse momento, as pessoas já criam uma identificação entre si, pois todas ali estão na mesma situação e ficam mais tranquilas. E isso te ajuda também a conduzir essa primeira aula de forma mais natural.


Esse é o momento de se apresentar, apresentar a sua equipe, a estrutura do seu Box e iniciar o papo!


Escute primeiro...

gif

Depois que as pessoas já tiverem te conhecido e ouvido um pouquinho sobre o seu Box é a sua hora de ouvir!


Esse é o momento em que elas mais se identificam umas com as outras. Afinal, os problemas que enfrentam pela falta de atividade física, às vezes, são semelhantes.

Sua primeira tarefa aqui é gravar o nome de todo mundo. As pessoas se sentem importantes e valorizadas quando são tratadas pelo nome. Não vacile nisso! Existem algumas técnicas que podem te ajudar nessa missão.


Conduza essa conversa com a galera perguntando não só sobre os problemas que elas têm ou o porquê de terem procurado o CrossFit®. Mostre que você se preocupa com a adaptação dela nessa nova etapa. Pergunte sobre os horários das refeições, como é a rotina, o tempo delas, ajude-as a ver que é possível ajustar essa mudança de hábitos à realidade dela. E deixe claro que o seu objetivo ali é trazer qualidade de vida pra ela.


No início, é natural que haja ainda timidez, mas conforme as pessoas vão se identificando, o clima vai ficando mais leve e, nesse momento, vão criando laços entre eles e com você!


Relacionamento interpessoal é uma carta na manga para manter as pessoas matriculadas no seu Box.





...fale depois!


Agora que você tem a atenção de todo mundo, chegou a hora de você exemplificar o quão importante é a qualidade de vida. Use exemplos do cotidiano das pessoas. Fale sobre ter saúde para curtir a vida, cuidar dos filhos, chegar à 3ª idade independente e saudável e o quanto a atividade física e alimentação saudável podem ajudar nessa mudança. Explique que, para uma mudança de vida, é necessário ter planejamento.


Pergunte para as pessoas como elas se veem daqui a 5 anos. Depois questione o que elas estão fazendo para alcançar esse objetivo. Leve-as a repensar seus hábitos. Então, mostre que é possível, desde que exista comprometimento, e que você está ali para ajudar a tornar tudo aquilo real. Evite deixar o clima negativo. Mesmo que você esteja apontando uma falha que elas cometam, mostre sempre que é possível melhorar, motive-as a querer essa mudança.


Crie a consciência de que os resultados dependem dos estímulos que elas derem aos seus organismos. Uma vez que elas derem bons estímulos, fizerem boas escolhas, se comprometam com os treinos, o resultado deve ser positivo e elas poderão notar a melhora em sua qualidade de vida. Foque sempre na qualidade de vida e explique que o resultado estético é consequência.


Seus futuros alunos precisam compreender que qualidade de vida se conquista diariamente por toda a vida, não só até perderem peso ou alcançarem o resultado estético desejado. Mostre para as pessoas, aqui eu sempre uso o exemplo de um bebê, que nós nascemos com as 10 capacidades físicas e, conforme o tempo passa e não as estimulamos, vamos diminuindo a intensidade de resposta delas no nosso organismo.


Ao finalizar a explicação sobre a importância da atividade física, na busca por qualidade de vida, é hora de mostrar as vantagens do CrossFit® nessa caminhada. Faça seus possíveis futuros alunos compreenderem que o CrossFit® é para todos, que existem adaptações que podem ser feitas, caso a pessoa tenha dificuldades para executar algum exercício.


Dê exemplos práticos, sempre que puder!


Se houver alguém na sua aula com alguma dificuldade use essa pessoa como exemplo, chame-a à frente e ajude-a a realizar um exercício com adaptação. Mostre na prática que é possível sim que uma pessoa com pouca mobilidade realize um agachamento, por exemplo. Faça-os perceber que tudo é progressivo. Explique sobre a progressão dentro do CrossFit® e sempre fortaleça à turma que o comprometimento de cada um é que fará o resultado aparecer.


Nas aulas introdutórias que eu ministro, procuro sempre destacar as 3 principais ferramentas que o CrossFit® me ensinou. Use-as:


1) Atividade física!

O treino por si só. Através da atividade física nós conseguimos combater o sedentarismo. A pior parte do sedentarismo são os hábitos. Tudo tem que ser fácil! Pra ir na panificadora da esquina, você precisa ir de carro. Exemplifique isso.


2) Dicas de nutrição!

Eu deixo muito claro nas minhas aulas que eu não sou nutricionista. Que nós não vamos prescrever nenhuma dieta pra ninguém, porque isso é antiético, mas podemos orientar a pessoa. Mostre que ela não deve ser 8 ou 80. Que a mudança é progressiva. Explique que ela deve começar a diminuir a quantidade de comida não saudável de forma gradual. Traga exemplos próximos da realidade da pessoa.


3) Relacionamento Humano!

Nós nascemos para viver em comunidade e nos relacionarmos. Uma pessoa isolada tem grandes chances de se tornar depressiva. Através do relacionamento humano, nós temos a chance de combater um dos maiores males do século: a depressão. Isso muda a vida das pessoas. Crie ações e eventos para que os seus alunos criem laços. Se relacionem. Isso também ajuda muito na sua retenção.




Faça a galera se mexer!

Finalmente, chegou a hora de colocar a galera pra suar.

Mas atente-se a um detalhe importante: facilite os processos. Mostre que tudo é alcançável e que você está ali para ajudar.


Ensine movimentos básicos e deixe claro que o objetivo ali é que, ao entrar em uma turma, eles possam acompanhar os movimentos, saibam o que fazer e não fiquem perdidos. Verbalize também que é ali que você vai avaliar as capacidades de cada um e que, apesar de os exercícios serem em grupo, a avaliação é individual. Explique que é o seu momento de entender como estão as capacidades físicas de cada um.


Faça um alongamento, um aquecimento e comece a dar os exercícios!

Acompanhe cada um deles, pelo menos um pouco e diga, de forma individual, o que cada um pode melhorar. Sempre de um modo positivo, mostrando que é possível melhorar e que eles têm capacidade para aquilo.

Planeje os exercícios usando materiais leves, que não causem nenhuma possível lesão e mostre a eles que você se preocupa com o bem estar e a segurança de todos, afinal é uma aula introdutória.


Finalize sempre de forma positiva, incentivando-os a criarem relacionamento. Procure deixar a turma descontraída e proporcione uma aula em que eles possam interagir entre si também.


Lembre-se que relações interpessoais são fundamentais para os seres humanos e que, ao criar essa relação, você tem mais um atrativo no seu Box. Isso ajuda essas pessoas a se sentirem mais confortáveis e acolhidas no seu Box e é muito provável que se matriculem.


Fazendo isso, minha taxa de retenção aumentou drasticamente. É importante sim você captar novos clientes, porém de nada adianta, se você não for capaz de retê-los a longo prazo!


Ah! e não se esqueça de entrar em contato no dia seguinte para saber quais foram as impressões do aluno. Tudo pode depender desse último call!


Espero que tenha contribuído, e muito, para o seu negócio melhorar!


Quero te lembrar que todo feedback é sempre muito bem-vindo, pode entrar em contato comigo pelas minhas redes sociais, elas estão todas aí embaixo, e me diz o que você achou!

 

Quer estar mais atualizado, antenado, ter acesso a conteúdos exclusivos e fazer parte da comunidade do CrossX Descomplica? Então, entre no nosso grupo do Telegram. Por meio dele, você também terá vantagens comerciais e pode tirar dúvidas pontuais de bate e pronto comigo.

 

Daniel Boico é publicitário e CEO da Agência Boico. Atua há mais de 10 anos, atendendo grandes players do mercado fitness e gerando soluções em marketing 360. Boico já ajudou centenas de proprietários de boxes de CrossFit no país, por meio da mentoria Well Done for Business. Também contabiliza mais de 150 boxes de CrossFit abertos em território nacional.


76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo