• Nathalia Souto

O corpo gordo no esporte

Continuando com o tema de “Diversidade de Corpos” abordado na última matéria da Larissa (é bom dar uma olhadinha antes para entender mais sobre padrões de beleza e as consequências que eles trazem para as pessoas), vou me focar em mostrar exemplos lindos de pessoas gordas e esportistas, profissionais ou por hobby, para vocês se inspirarem!


Antes de tudo, o que seria o corpo “gordo”?

Já pararam para reparar as diferentes estruturas físicas que existem entre os humanos? Essas diferenças da estrutura do corpo são os biótipos. Existem 3 biótipos muito importantes que devemos pontuar:

  • Ectomorfo: Podemos chamar de “longilíneo”, onde se tem o corpo mais alongado e esguio, com ombros mais estreitos e membros compridos. Seu metabolismo é mais acelerado, consequentemente tem dificuldade de ganhar peso.

  • Mesomorfo: Também chamado de “mediolíneo”, se caracteriza pela “harmonia” entre a verticalidade e horizontalidade, ou seja, dito como mais proporcional e simétrico. Mais magro, porém com uma certa musculatura que “preenche” o corpo.

  • Endomorfo: Conhecido como “brevilíneo”, tem um tórax largo e membros curtos, podendo ter uma estrutura mais baixa que ressalta sua largura maior. Com o metabolismo mais lento, ganha peso com facilidade.

Claro que ainda temos que ressaltar que dentro de cada um desses biótipos, sendo corpos magros ou gordos, ainda há diferenças de entre as silhuetas ao compararmos as medidas do ombro, cintura e quadril, sendo relacionadas a formas geométricas.

Muitas pessoas não sabem que o corpo consegue ter todas essas variações de silhueta, tanto corpos masculinos quanto femininos. Tendo todas essas possibilidades de corpos, é injusto prezar e enaltecer apenas um tipo, transformando-o no ideal. Por isso, você não pode se deixar levar por esses pensamentos preconceituosos, ao invés disso, deve ter em mente que seu corpo é tão válido quanto qualquer outro. Ele é real e tem a mesma beleza única e, principalmente, a mesma capacidade de todos os outros.


O corpo gordo não é limitado ao sedentarismo, como muitos pensam. Ele é tão capaz quanto qualquer outro, ou até mais! Magreza não é um sinônimo de força, agilidade ou qualquer outra. O que vai determinar o quanto você é capaz é sua força de vontade, sua persistência e sua frequência na prática da atividade física.


E para te provar que seu corpo não é limitado, trouxe alguns perfis inspiradores que mostram como corpos gordos não precisam se envergonhar de inserir o esporte na própria vida. Inclusive, a prática de esportes pode trazer uma maior autoconfiança, ao ver que você pode e consegue fazer diversas atividades, além de ser uma forma de autoconhecimento, principalmente por trazer um momento em que focará mais em si mesmo e criará consciência corporal.

Depois de ver todos esses perfis incríveis, espero que esteja motivado a se exercitar sem medo de ser feliz! Que tal virar uma referência no crossfit e incentivar a outros corpos? Se essa matéria te motivou ou te inspirou, marca a gente lá no Insta!


Vamos amar saber que fizemos alguma diferença na vida de vocês!

Não tenham medo de começar a se exercitar, independentemente do corpo que você tenha!


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo