• Graziella Souza

Mindset de gestor

É comum os olhares do gestor estarem voltados ao cliente, obviamente. É correto e necessário. Mas não podemos perder de vista a capacidade de trabalhar o mindset da pessoa que está gerenciando o negócio. Assim como o atleta, os gestores precisam de metas de longo prazo para se posicionar e também quebrar esse objetivo em outros menores para facilitar seu alcance e manter a motivação alta. Estamos falando da performance de quem comanda a máquina! É resiliência, sacrifício, foco e dedicação.

Notou a semelhança com a preparação mental dos atletas de alto rendimento?


Em entrevista ao canal do youtube da influencer Naty Graciano, o alteta de crossfit, e atual 7º colocado do mundo no Crossfit Games, o brasileiro Guilherme Malheiros, frisou que sua meta era ser campeão geral da Elite do Evento em 2023, e seguir se destacando até lá. Ele frisou que faz uma preparação mental para lidar com a ansiedade e as pressões do Campeonato e que transforma tudo isso em adrenalina/frenesi para treinar e competir.

Agora, vamos analisar o resultado. Malheiros foi aos Estados Unidos e cumpriu com louvor aquilo que programou para 2021. Isso o deixou extremamente satisfeito para retornar em 2022 e subir os degraus necessários até 2023, quando ele promete chegar ao topo. Por enquanto, as premiações que somadas chegam a aproximadamente R$ 300 mil reais deram aquele gás na preparação física e mental que deve retomar quando chegar ao Brasil.


Com o Gestor a linha de raciocínio é semelhante. Ter uma imagem clara de onde a empresa está e onde pode chegar, em quanto tempo, estabelecendo os objetivos de longo e curto prazo, sem perder de vista as recompensas pelo êxito, é o plano estratégico de base para o combate. Lembre-se que a ideia é tornar o gerenciamento da empresa um prazer, não um sacrifício. Se a empresa têm problemas em seus pilares, seja organizacional, financeiro ou em qualquer outro setor, coloque como meta resolver o problema, em seguida reorganize a rota.

O Gestor também possui frustrações, adversários bons e ruins, limitações e precisa estar o tempo todo ajustando a base ao objetivo. A pandemia da COVID-19, por exemplo, pegou atletas e gestores de surpresa. Resistiu quem arregaçou as mangas e treinou com CT’s fechados, no caso dos atletas, ou quem adaptou seu produto à nova realidade, no caso dos Gestores.


Tratado isso tudo, esclareço aqui o objetivo deste texto: é falar com você que gerencia uma Box que você também precisa de um plano, de uma preparação mental, de treino e de estar pronto para o combate. Preparado para as frustrações e forte o suficiente para buscar seus objetivos fazendo valer a pena todo o processo. Não é fácil, não é rápido. Certifique-se de que seu plano está coerente e confie em você!


No geral, não há preocupações com a motivação do técnico, do piloto, nem com a do gestor. Mas sem piloto, a máquina, por mais potente que seja, não sai do lugar. Portanto, busque inspirações, medite sobre elas, mentalize, organize a rota, curta o processo que você chegará ao destino com sucesso e nos veremos lá (porque eu também vou fazer isso)!


13 visualizações0 comentário