• Daniel Boico

Evite a ruína: diversifique canais de aquisição e atendimento do seu box

Sabia que o seu negócio fitness pode estar sofrendo o risco da ruína? Se a queda generalizada das três principais redes sociais do mundo, no dia 4 de outubro de 2021, impactou muito sua empresa, ela provavelmente está nessa situação.


Explico: lembra da história de que existem apenas duas pessoas no mundo que são detentoras da fórmula da Coca-Cola? Jogadas de marketing à parte, a própria The Coca-Cola Company ainda sustenta essa informação. É um grande risco para a marca, não é mesmo? Por isso, segundo a empresa, esses dois executivos ultrassecretos nunca podem viajar no mesmo avião ou no mesmo carro. Assim, se houver um acidente, a Coca-Cola evita o risco da ruína.


Interessante, né? Esse é o mesmo risco enfrentado por empresas que concentram toda a sua estratégia de aquisição em um único canal ou toda a sua comunicação com clientes e colaboradores pelo WhatsApp.


Quer saber como se prevenir disso? Continue lendo abaixo que eu vou te contar.


O dia em que as redes do Mark pararam

De repente todo o mundo (literalmente) começou a perceber que as redes estavam fora do ar e que as mensagens não eram enviadas. Era uma segunda-feira, dia 4 de outubro, e os três canais do Facebook Inc. – Facebook, WhatsApp e Instagram – caíram de forma generalizada.


A queda durou cerca de seis horas, durante as quais várias empresas do mundo deixaram de faturar. Ao todo, o problema impactou aproximadamente 2,8 bilhões de pessoas.


Apenas na América Latina e Caribe, o Facebook deixou de faturar 71,5 milhões de dólares por essas seis horas fora do ar, de acordo com um levantamento da consultoria Netblocks. Em se tratando de ações do mercado, no entanto, Mark Zuckerberg teve um prejuízo de cerca de 6 bilhões de dólares.


Para se ter uma ideia do impacto, mais de 175 milhões de usuários enviam mensagens com uma conta do WhatsApp Business todos os dias. Além disso, são mais de 50 milhões de pessoas que acessam um catálogo de empresas por esse canal. Deste total, mais de 13 milhões são do Brasil.


Uma pesquisa do Sebrae e da Fundação Getúlio Vargas, do início deste ano, mostrou que apenas 23% dos empresários brasileiros contam com sites próprios de vendas, mas 70% deles comercializam pela internet. E é aí que mora o problema.


Ao todo, 70% das pequenas e médias empresas (PMEs) sofreram impactos negativos em vendas. Isso porque o WhatsApp é a ferramenta mais utilizada pelas PMEs para concluírem vendas (84%), de acordo com o Sebrae.


A importância de diversificar os canais do seu negócio fitness

Trazendo para a realidade do seu box, academia ou estúdio, se você mantém um único canal de comunicação com seus alunos e prospects via WhatsApp, naquela segunda-feira você também enfrentou problemas.


Essa experiência mostrou a importância de diversificar canais de comunicação e, principalmente, de aquisição. Pois, se os pilares do seu negócio estão consolidados dependendo de uma única empresa que não está sob o seu controle, mais cedo ou mais tarde você pode ter uma grande dor de cabeça.


E a grande realidade do mercado fitness brasileiro é que a maioria das empresas do setor têm focado somente no Instagram para gerar marketing digital e ações de captação.


Se essa é a situação do seu negócio, procure mudar esse jogo imediatamente. Não tenha apenas um ou dois canais de aquisição. Busque ter cinco ou mais. Assim, além de evitar ficar refém de algum problema com uma das redes, a sua marca vai impactar muito mais pessoas.


Por exemplo: você atualiza semanalmente a ferramenta Google Meu Negócio (Google My Business)? Talvez você nunca nem tenha ouvido falar dessa ferramenta ou só tenha atualizado ela uma vez, quando abriu sua empresa. Pois é! Essa é uma ferramenta essencial para que as pessoas próximas encontrem o seu box e agendem uma aula experimental.


Outro ponto importante é ter um site próprio, sob a sua propriedade, que pode ou não ser um e-commerce a depender da natureza do seu serviço ou produto.


Mantenha ainda uma base de dados sólida dos seus clientes e colaboradores, com nome, telefone, e-mail e outros dados, fora do WhatsApp. E não esqueça de utilizar o App do CrossX como forma de comunicação com seus alunos, tanto pela timeline quanto pelo push notification.


Dessa forma, você vai somando e construindo mais formas de diversificar a energia e os investimentos da sua comunicação.

Vamos construir essas alternativas e evitar o risco da ruína? Se precisar de ajuda, entra em contato comigo e conheça as soluções da Agência Boico.


Quer estar mais atualizado, antenado, ter acesso a conteúdos exclusivos e fazer parte da comunidade do CrossX Descomplica? Então, entre no noso grupo do Telegram. Por meio dele, você também terá vantagens comerciais e pode tirar dúvidas pontuais de bate e pronto comigo.

Daniel Boico é publicitário e CEO da Boico Corp. Atua há mais de 10 anos, atendendo grandes players do mercado fitness e gerando soluções em marketing 360. Boico já ajudou centenas de proprietários de boxes de CrossFit no país, por meio da mentoria Well Done for Business. Também contabiliza mais de 150 boxes de CrossFit abertos em território nacional.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo