• Henrique Elias

E a saúde mental, como vai?

Qual foi a última vez que você tirou um dia inteiro para ficar sentado vendo a vida acontecer, desligou o celular, desligou-se dos conflitos do dia a dia?


Tenho certeza que se você está aqui é porque se preocupa com a sua saúde física e, mais do que isso, busca conhecimento e crescimento intelectual.

E aí que te pergunto: como anda a sua saúde mental? Qual foi a última vez que você tirou um dia inteiro para ficar sentado vendo a vida acontecer, desligou o celular, desligou-se dos conflitos do dia a dia? Quando foi a última vez que você dançou sem se importar com os passos, apenas mexendo o corpo descoordenadamente, sozinho na sua sala? Faz quanto tempo que você não brinca com o seu filho, joga conversa fora com o seu pet, como se ele fosse te responder a qualquer momento, ou dialoga intensamente com a sua própria cabeça? Quando foi que você dedicou tempo para si, sem ser estritamente em suas obrigações marcadas?


A ciência já consegue comprovar que várias comorbidades são fruto de desordens psicológicas. Mais do que isso, a medicina moderna já utiliza a terapia como uma das grandes aliadas no tratamento de diversas doenças. Os conflitos mentais refletem diretamente no seu corpo.



Já se perguntou o motivo de ter uma dor em um lugar específico? “Por causa do treino de ontem, óbvio!” ... Será? Você pulou corda com as duas pernas, correto? Então qual o motivo de apenas uma das suas panturrilhas estar doendo? Não deveriam ser as duas? Você fez Snatch com os dois braços, mas só um ombro dói; não é estranho?


Não vamos esmiuçar aqui suas dores, causas psicológicas ou coisa do tipo, porém é imprescindível que o ser humano seja visto como um todo, não como várias partes.


Não posso tratar todos os meus alunos igualmente na hora de passar o treino, pois a intensidade é relativa a cada um. Da mesma forma é necessário que se converse com cada um e entenda as dificuldades que ele tem passado em seu cotidiano. Pode ser um bom caminho para ajudá-lo a entender seus medos, suas dores e até mesmo buscar uma ajuda especializada.


Saúde deve ser um conjunto. Seja um profissional que vai além de músculos!
12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo