• Graziella Souza

Diário de um gestor

A sede de vitória e para onde você canaliza essa energia é algo determinante na sua busca pelo sucesso. Seja você um atleta em busca de um título, gestor ou CEO de uma companhia, é a sua determinação que te mantém constante no objetivo. E isso não sou eu quem digo, é Tim Grover, treinador mental de atletas renomados como Michael Jordan e Kobe Bryant, além de Dana White, atual presidente do UFC.

Na gestão aprende-se a deixar o ego lado e a construir confiança. Se você é um atleta, ela vem do treino. Se é gestor, vem de conhecimento especialmente prático! Ser um grande atleta não te faz um bom gestor, mas muito pode ser aproveitado quando se fala de mindset.


O tempo todo desenhamos o momento da vitória em nossas mentes. O reconhecimento público. Aplausos para o resultado. Mas o processo será solo dependendo do quão longe deseja chegar. Você perderá as sociais com a galera, você vai estar extremamente empolgado com situações que nem seus amigos, nem seus parentes irão entender. Vai lhe faltar o sentimento de pertencimento àquele grupo.


E aí, mais uma vez as linhas de atletas e gestor se cruzam. O atleta se reconecta com seus propósitos e sonhos, abandona o social e retoma os treinos. Afina os detalhes. Lapida sua espada. O gestor se reconecta com seu lema, com seus mentores, seus livros, seus objetivos. Lapida sua resiliência.


É nesse exato momento que começamos a entender que tudo isso é necessário. É parte do processo de conquista. Quando lemos sobre a experiência dos nossos ídolos de sucesso e nos alimentamos disso compreendemos que, como diz João Appolinario (presidente e fundador da Polishop), o sucesso é um compilado de tentativas, fracassos e vitórias. São lições de superação!


E aí, preparado para sua jornada?!


16 visualizações0 comentário